Como criar vídeos criativos: técnicas que funcionam na prática

Não, não é só você que trava quando precisa criar algum conteúdo novo para as redes sociais. Às vezes parece que tudo o que a gente tinha pra dizer já foi dito e que estamos sempre nos repetindo. Nessas horas não adianta forçar a barra porque aí mesmo vamos só cumprir com a meta de gravar vídeos para publicar durante as próximas semanas, mas sem o cuidado que o público merece. E as pessoas percebem (e se engajam menos). Mas, calma porque tem cura!


Com a gente, quando isso acontece, funciona parar, respirar, fazer um café, jogar um pouco de conversa fora e dar uma viajada na internet. É que o que pode estar faltando é inspiração, novas referências que tragam uma perspectiva diferente sobre os assuntos que você pretende abordar. A criatividade não é um dom. É uma habilidade que pode - e deve - ser trabalhada. E pra isso tem técnicas que funcionam, independentemente da área em que você atua. Até porque, cada vez mais, todos os profissionais precisam exercitar esse lado criativo.


O portal Tabulla, por exemplo, é voltado para arquitetura e design, mas tem informações super úteis e que servem para todos. Eles organizaram um e-book com 50 dicas práticas pra ajudar você a desbloquear o pensamento criativo e as quatro que destacam neste link já valem ouro:

  1. Tente coisas novas. Sabe aquela máxima que diz: "não adianta fazer a mesma coisa todos os dias e esperar um resultado diferente"? Pois então. E isso vale pra vida. Ter hobbies, frequentar grupos de interesse diferentes, fazer cursos para aprender algo completamente novo… Além de ajudar com a criatividade, isso vai aliviar o estresse do dia a dia e fazer de você uma pessoa mais interessante. Quando foi a última vez que você fez algo pela primeira vez?

  2. Passe mais tempo sonhando. Esse pode parecer um conselho infantil, mas está realmente ligado com o que fazíamos na infância. Imaginar é um passo fundamental para conseguir executar. As crianças são naturalmente criativas. Nós é que deixamos de lado o lúdico para focarmos apenas nas obrigações do mundo real. E sonhar também tem a ver com tirar aquele tempo para respirar e "não fazer nada". O sociólogo italiano Domenico de Masi não fez sucesso à toa, não é? Quem aí já leu O Ócio Criativo?

  3. Escreva suas ideias. A sugestão do Tabulla é criar uma rotina para anotar ideias sempre ao acordar ou antes de dormir. Criatividade também passa pelos hábitos que você cultiva. Mas, mais do que isso, é importante que você anote uma ideia assim que ela surgir na sua mente, fresquinha, com todos os detalhes possíveis. Quando deixamos pra depois podemos perder aquele insight que faria toda a diferença.

  4. Cerque-se de criativos. Isso passa também pela primeira dica, de frequentar diferentes grupos de amizades. E faça questão de ter por perto gente que pensa diferente de você. Saia da sua bolha de convívio e perceba o quanto outros pontos de vista podem fazer os caminhos rotineiros muito mais coloridos, os processos mais divertidos.


O americano Jim Rohn cunhou a máxima de que nós somos a média das cinco pessoas com quem mais convivemos. Se são cinco, dez ou vinte, ninguém sabe. Mas o fato é que nós somos muito influenciados pelo nosso grupo de convívio, vale prestar atenção.


Além dessas dicas gerais, podemos enumerar várias outras, como:

  • Saiba e respeite o horário em que você é mais produtivo;

  • Não tente ser multitarefa o tempo todo, elenque prioridades;

  • Seja menos perfeccionista. A régua alta demais pode bloquear o pensamento despretensioso (e criativo);

  • Tente, teste, erre e repita;

  • Medite. Dê aos problemas da vida a proporção correta e "libere espaço" na mente para o que realmente importa.

  • Leia livros, veja filmes, consuma vídeos, observe obras de arte, design e até publicidade com olhos curiosos, críticos, interessados no que existe ali de diferente e que possa virar referência para uma futura criação sua.

Quando se trata de criatividade para a produção de conteúdo em vídeo, nem tudo é inspiração. Tem, também, a parte da transpiração. Porque o planejamento é a ferramenta mais eficiente para você conseguir se organizar e colocar em prática todas as dicas anteriores. "Disciplina é liberdade", lembra? E, depois de colocar as prioridades em ordem, busque referências.


Pesquise muito! Tenha pleno domínio sobre o que quer dizer. Isso ajuda a identificar desdobramentos dentro de um assunto, que podem render conteúdos e abordagens diferentes. Busque por novos formatos de edição, melhores maneiras de mostrar o seu produto, jeitos inusitados de tirar as dúvidas dos seus clientes. Pesquise o que a concorrência está produzindo, o que dá certo e o que é melhor ser evitado. Sempre com o entendimento do que funciona ou não para o seu público. Vídeo é uma conversa, não adianta tentar enrolar.

3 visualizações0 comentário